Brasil quer plantar uma Inglaterra de florestas até 2030, mais ainda é pouco
16 de janeiro de 2017
Exibir tudo

Projeto “Árvore Generosa – a cada criança nascida em São Paulo, planta-se uma árvore”


 

Para cada criança nascida, deve ser plantada uma árvore. Essa é a ideia principal do projeto “Árvore Generosa”, uma iniciativa do Instituto Olinto Marques de Paulo (IOMP), que tem sua atuação voltada para educação de crianças de 0-6 anos.

 

 

A grande preocupação do instituto é com relação ao futuro das crianças que estão nascendo na capital, e principalmente com o distanciamento que possuem com o meio ambiente. As crianças que não possuem o contato com a natureza, que estão mais expostas aos estímulos tecnológicos e não saem dos ambientes fechados, podem ter a parte social prejudicada, assim como a aprendizagem, além de apresentarem dificuldades de convívio. A longo prazo, as transformações dessa geração podem afetar toda a nossa sociedade.

O projeto visa criar vínculos entre cada criança e sua árvore, em uma simbologia de que ambos crescerão juntos e renderão flores e frutos. Para isso, o projeto conta com a parceria entre o Instituto e maternidades e hospitais públicos.

O objetivo é garantir uma reposição anual de árvores no município, combater o desmatamento, repor espécies nativas, combater a erosão, combater a degradação de mananciais e garantir uma melhor qualidade do ar e qualidade de vida para os paulistanos e, acima de tudo, preparar a cidade para o futuro das crianças que estão nascendo.

A meta é que sejam plantadas por ano cerca de XX árvores e também contempla uma distribuição desse plantio de forma organizada, através de mutirões, obedecendo à biodiversidade, carência e necessidade de cada local; e, após o plantio, ainda prevê que haja manutenção e fiscalização no tratamento dessas novas árvores.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *