Compostagem: reciclagem de resíduos orgânicos
9 de novembro de 2021
Como as árvores se comunicam?
2 de dezembro de 2021
Exibir tudo

Impacto da falta de saneamento básico na educação

O saneamento básico é um direito de todos e é um dos itens essenciais para qualidade de vida e o desenvolvimento da sociedade nos âmbitos sociais e econômicos, entretanto, nem toda a população possui acesso, o que impacta diretamente na qualidade de vida, principalmente das crianças, afetando até a educação.

No Brasil, estima-se que pessoas sem acesso ao saneamento básico podem possuir uma diferença na educação formal de até 2,31 anos em relação às pessoas que possuem recursos de saneamento, número que pode impactar fortemente no futuro dessas crianças e adolescentes.

Com a falta de saneamento, questões como falta de água em boas condições para uso e consumo, é o que mais afeta a educação. Uma vez que, com falta de água nas escolas, as aulas são canceladas e a merenda, que poderia ser um alimento essencial naquele dia, também. Além disso, muitos têm essa falta dentro de casa, o que faz com que a criança ou adolescente não consiga tomar um banho ou se higienizar corretamente, o que pode ocasionar ausência na escola, além de uma alimentação inadequada. E com tudo isso, a eficiência dos estudantes acaba sendo prejudicada, uma vez que a probabilidade de doenças provocadas pela falta de saneamento é muito maior devido a contaminação da água disponibilizada para uso, que não foi devidamente tratada.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 38% da população brasileira possui alguma dificuldade de acesso à água tratada e cerca de 2,6% de toda a população do país sequer possui um banheiro em casa, o que dificulta ainda mais a higienização pessoal.

A falta de acesso a água tratada e coleta de esgoto causam impactos na educação, na saúde e no meio ambiente, prejudicando a todos que vivem em regiões sem esses cuidados. Por isso, para garantir um futuro melhor para nossos jovens, é preciso investir nos direitos básicos de todo o ser humano, garantindo acesso ao saneamento básico. Com isso, mais crianças terão uma qualidade de vida melhores, com direito a estudo e oportunidades cada vez mais cedo, e diminuindo o atraso em relação a outros estudantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *