Você conhece o aplicativo Cataki?
26 de outubro de 2021
Impacto da falta de saneamento básico na educação
16 de novembro de 2021
Exibir tudo

Compostagem: reciclagem de resíduos orgânicos

É muito comum casos de pessoas que possuem hortas e plantações em casa comprarem adubos para cuidar das plantas, entretanto, é possível fazer a sua própria compostagem, que além de te fazer economizar, utiliza resíduos que seriam jogados fora e ajudam o meio ambiente.

Mas o que é compostagem?
Nada mais é do que uma técnica de reaproveitamento de resíduos orgânicos que serão utilizados como adubos nas plantações para que elas cresçam mais fortes e saudáveis.

A composta tem uma grande importância na economia, uma vez que, cerca de 55% do lixo do país é composto por resíduos orgânicos, ou seja, só de ter o hábito de produzir sua própria compostagem, mais da metade de todo o lixo seria reduzido, o que seria economizado na coleta e ajudaria a esvaziar os aterros para onde são levados esses resíduos. Além de que, quanto maior o interesse por compostagem, mais os governos locais poderão investir nesse trabalho, gerando mais empregos e renda para a população.

O mau descarte de resíduos orgânicos pode contaminar o ar, solos e águas com a produção do chorume líquido, já que resíduos como esses são compostos por origem animal ou vegetal e se decompõem com rapidez, o que pode ocasionar mau odor no ambiente, proliferar vetores de doenças e liberar gás metano, um dos gases contribuintes para o efeito estufa que é extremamente prejudicial à saúde e ao meio ambiente.

Mas, esse problema é facilmente resolvido com a prática da compostagem que é simples e rápida de ser feita. Para ela, pode ser utilizado uma simples garrafa de plástico que terá a tampa cortada e furos feitos pela garrafa, depois é só forrar com serragem, folhas secas ou o material seco que você tiver a sua disposição e preencha intercalando os resíduos orgânicos e o material seco. E pronto, basta esperar algumas semanas, sempre furando com algum objeto pontudo, e sua compostagem está pronta para ser utilizada. E caso queira uma compostagem maior, só seguir o mesmo passo a passo em um recipiente grande.

Uma composteira é uma alternativa para ter um adubo de qualidade além do líquido produzido, que é chamado de biofertilizante, que não possui cheiro e pode ser borrifado nas plantas da sua casa. Diferentemente do chorume que é produzido nos aterros, devido a falta de oxigênio e compactação do lixo, o biofertilizante ajuda no crescimento saudável de suas plantas, pois assim como o adubo, carrega os nutrientes dos alimentos os tornando férteis e com valor comercial, sendo possível realizar a venda desses produtos, se tornando uma fonte de renda para diversas pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *