Dicas de brinquedos ecológicos para presentear as crianças
2 de março de 2022
O que é ESG? Por que tem se falado tanto no assunto?
15 de março de 2022
Exibir tudo

Brincadeiras com sustentabilidade

O ato de brincar estimula o conhecimento do próprio corpo, a força, a elasticidade, o desempenho físico, promove um melhor desenvolvimento motor, favorece o raciocínio, estimula a criatividade e a imaginação.

Por outro lado, o descarte inconsciente de brinquedos aumenta o impacto ambiental: no mundo, cerca de 90% dos brinquedos são feitos de plástico, de acordo com Fundo Mundial para a Natureza.

Mas, podemos brincar pensando no meio ambiente?
É claro! Conheça algumas dicas de brincadeiras sustentáveis:

Caça plastico
Vamos começar! Primeiro promova uma gincana feita dentro de casa para que as crianças identifiquem o plástico em tudo que utilizam, principalmente nos brinquedos, refletindo sobre o tempo de uso e de permanência desses objetos no planeta. Quem descobrir mais, ganha!

Projetor de desenhos em copos plásticos
Que tal utilizar aquelas copos que sempre sobram das festas de aniversário para imaginar desenhos animais? Você vai precisar de: copo plástico ou rolo de papel higiênico, caneta, tesoura, papel filme ou fita adesiva e lanterna.

Com o auxílio do adulto, pegue na tesoura e retire a base do copo. Desenhe sobre o papel filme ou fita adesiva e o envolva no topo do copo. Depois é só aproximar a lanterna na parte oposta ao desenho (base vazada), mirar em uma parede branca e pronto, só começar a imaginar!

Desenhos nas garrafa pet
Você pode transformar a garrafa pet em brinquedos incríveis é uma ótima forma de criar o hábito da reutilização de materiais. Com oito garrafas é possível produzir um boliche e até montar o tradicional brinquedo: vai-vem de garrafa pet.

O tradicional plástico bolha
Quem nunca ficou horas estourando as bolhas para passar o tempo? Pois, é uma ótima maneira de trabalhar as atividades sensoriais e divertidas com as crianças.


E aí ? Gostou de descobrir brincadeiras sustentáveis com a gente? Conte para nós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *