Confira quatro documentários que aproximam as pessoas da natureza
28 de julho de 2020
Exibir tudo

Quer plantar uma árvore em casa? Saiba como fazer isso do jeito certo

São inúmeros os benefícios das árvores no meio ambiente, principalmente para nossa saúde e bem-estar, e elas ainda podem ornamentar o ambiente e colaborar com a qualidade de vida de toda família quando plantadas em casa!

Porém, apesar de decidir plantar uma árvore seja uma ótima atitude, é necessário conhecer as técnicas de plantio, que muitas vezes variam conforme a espécie, local, tratamentos etc. Abaixo é possível conferir um passo a passo do processo de plantio de árvores.

1 – Espécie de árvore correta no local adequado: antes de decidir pela espécie é necessário verificar o tamanho final da árvore, seu local de plantio, se ela se adapta ao clima e se respeita as diretrizes de arborização urbana. Existem espécies adequadas para cada local, seja calçada, pequenos espaços, solos mais secos etc. Opte sempre por espécies nativas.

2 – Atenção à época do plantio: regra geral, as melhores épocas para plantio é o período seco ou frio, ou bem no inicio de crescimento, que normalmente é na primavera. Dessa forma, a planta terá todo o período de crescimento para se adaptar ao local. Se a muda estiver carregada de botões florais, ela pode demandar muita energia para crescer, e pode acabar morrendo. O importante é conhecer o ciclo biológico da espécie escolhida para avaliar o melhor momento.

3 – Atenção à qualidade da muda: o ideal é não utilizar mudas floridas ou prestes a florescer. Deve ser observada a qualidade e integridade dos torrões, que acabam sofrendo no transporte ou ainda não tiveram tempo de enraizar. Raízes enoveladas ou que saem pelo furo de drenagem indicam mudas velhas, que já deveriam ter sido replantadas. Outra observação é com relação aos ramos e folhas que devem estar livres de pragas e doenças.

4 – O buraco deve ser pelo menos duas vezes maior que o torrão: após escolher o local do plantio, toda a atenção vai para o tamanho da cova, que deve ter o dobro de tamanho do torrão para que a muda “pegue” e desenvolva raízes finas e delicadas que darão o suporte inicial. A cova deve ser mais larga do que profunda e precisa ter sua drenagem observada, já que grande parte das espécies não tolera encharcamento.

5 – Fertilizando o solo: a terra retirada para o buraco deve ser fertilizada com fertilizantes adequados para a espécie. Adubos ricos em fósforo, potássio e matéria orgânica ajudam no desenvolvimento inicial das raízes.

6 – Adicione a terra: os espaços entre o torrão e a cova devem ser preenchidos cuidadosamente com a terra preparada, compactando aos poucos. Não podem existir grandes espaços com ar, pois reduzem o contato das raízes com a terra e desidratam, além de poder provocar o tombamento da muda.

7 – Proteja a árvore: a árvore recém-plantada deve ser protegida de animais, vândalos e qualquer intervenção que atrapalhe seu crescimento. A proteção pode fazer uso de cercas, contornos de estacas ou pedras. Algumas soluções também prometem afastar formigas. Outra forma de manter a muda é amarrá-la a um pedaço de bambu que fincado na terra sirva de apoio durante seu crescimento.

8 – O solo do entorno também precisa ser protegido: dependendo do local, é necessário colocar uma forração ou proteção drenante, como uma grelha, para que o solo não se perca na chuva. A forração ainda protege que plantas daninhas cresçam ao entorno, mas ela não deve tocar o caule da planta.

9 – Regue sua árvore: árvores recém-plantadas precisam ser bem hidratadas, tanto para irrigação de raízes rompidas, quanto para acomodação do solo, aumentando o contato com as raízes. A rega precisa ocorrer diariamente, com exceção dos dias de chuva e conforme a planta se desenvolve, ela pode ter uma rega mais espaçada. A irrigação pode ser interrompida somente após o primeiro ano do plantio, a menos que existam grandes períodos de estiagem.

10 – Não é necessário fertilizar: isso porque o nitrogênio presente nos fertilizantes pode queimar as finas raízes que estão se desenvolvendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *